Caixa de busca

Últimas matérias

9 Maneiras de incentivar a individualidade de gemelares

s 18:00

9 Maneiras de incentivar a individualidade de gemelares

Sim, são gemelares, mas são diferentes! Tenho recebido muitas mensagens e e-mails com a seguinte dúvida: "Como incentivar a individualidade dos meus filhos?". E por mais que eu tente responder cada mensagem sempre falta alguma dica ou outra. Sendo assim, aqui estão 9 maneiras de incentivar a individualidade de gemelares: 

1. Evite rotulá-los como os gêmeos ou os trigêmeos:

É importante os pais não chamarem os filhos como se fossem uma unidade, e também incentivar as pessoas do convívio familiar a fazerem o mesmo, pois embora eles tenham  sido gerados juntos, são crianças diferentes e precisam que os chamem por seus nomes.

- Sempre que alguém chega a nossa casa e pergunta: "Cadê os gêmeos?". Sempre respondo que o Pierre e o Pietro estão brincando ou saíram, como por exemplo. Assim faço um reforço positivo e logo estarão referindo-se a eles por seus nomes.

2. Tenha rituais diários com cada gemelar:

É importante os pais terem momentos únicos com cada filho em atividades rotineiras. Como por exemplo:
  • Manter atividades simples da casa com cada filho, ou seja, um dia o filho "x" ajuda a mamãe colocar a mesa e o filho "y" ajuda a mamãe a tirar a mesa após as refeições, e durante esses momentos individuais a mamãe pergunta como foi à manhã na escola, o que ele aprendeu ou assunto que preferir, o importante é manter também esse dialogo individual;
  • Estipular os dias que cada criança sentará atrás do papai ou da mamãe no carro (pois isso é sempre alvo de brigas entre irmãos);
  • Ter um momento especial pela manhã com cada um (é comum em famílias tradicionais os filho sao acordarem pedem a benção do pai e da mãe), abençoar os filhos e até fazer uma oração individual com cada um. 
- Sempre que posso deito com cada um e fico fazendo cafuné até eles dormirem, e como sou uma só, deito com um e logo o outro diz: "Amanhã é a minha vez de ter a mamãe na minha caminha!". Até confesso que isso parte meu coração, mas procuro manter esses rituais para ajudar no desenvolvimento da individualidade de cada um. E sempre que o filho do dia já dormiu, vou ao outro, que também já está dormindo e dou um beijo e digo: "Filho amanhã é o seu dia, mamãe também te ama muito", muitas vezes até choro com aquela terrível "culpa de mãe", mas sigo em frente e logo o outro dia passa e chega a vez de fazer cafuné no outro filho na hora do soninho.  

3. Incentive amizades individuais:

É importante que aprendam a cultivar amizades diferentes e isso acontece principalmente na escola, pois é o ambiente de mais contato com crianças e, geralmente, essa escolha é feita através da afinidade de cada um.

- Sempre observo qual é o amiguinho que eles mais comentam quando chegam da escolinha ou quando fazem alguma associação com o que vivenciou com seus coleguinhas. Foi a partir desses relatos que comecei a observar que embora estivessem no mesmo ambiente, conseguiram cultivar amizades diferentes e isso me deixou feliz, pois como eles tem pouco contato com priminhos, esse seria um grande passo no desenvolvimento da personalidade de cada um. Mas também, observo que ambos têm amigos em comum, o que é normal.

4. Evite vesti-los iguais:

Ter filhos idênticos é praticamente um convite para vesti-los iguaizinhos, não é mamães? Claro, que existem as mães que não gostam, mas a maioria acha lindo, porém eles podem até serem parecidos, mas são crianças diferentes. O ideal é vesti-los com roupas distintas ou cores ou estampas, pois ajuda a reforçar a individualidade de cada gemelar.

- Quem me acompanha nas redes sociais sabe que meus filhos sempre estão com roupas parecidas e na maioria das vezes iguais nas fotos. Inclusive, muitas mães me perguntam o porquê de só se vestirem assim, e sempre respondo que eles ainda preferem dessa forma. E pode até ser que essa preferência tenha sido pelo fato que desde bebês vestiram assim, mas o interessante é que nunca gostaram de brinquedos diferentes, e se alguém os presenteava, eles brigavam por um único brinquedo. Sendo assim, acredito que isso seja também deles. Hoje percebo que estão fazendo suas próprias escolhas e logo as roupas também serão diferentes. Mas não faça igual a mim, incentive-os desde bebês. 

5. Passe um tempo com cada criança:

Desde quando nascem aprendem a dividir o papai e a mamãe, mas para eles isso não é nada fácil, uma vez que a maioria das crianças gosta de atenção exclusiva dos pais, por isso, a necessidade dos pais terem um tempo com cada filho. Como por exemplo, o papai ir com um filho na casa da vovó e o outro sair com a mamãe ao supermercado, mas é importante respeitar quando preferirem saírem juntos, pois eles sentem faltam um do outro.

- A primeira vez que isso aconteceu conosco meu coração apertou muito e no momento não entendo o porquê de não saírem juntos com a mamãe, mas lembrei de que era apenas um momento individual. Entretanto, isso não acontece com tanta frequência por aqui, pois sempre querem e fazem questão de irem juntos, mesmo com todo incentivo. 

6. Repreenda cada um de maneira individual:

Não é justo os dois serem repreendidos verbalmente quando apenas um é o culpado. Sabemos que os gemelares na maioria das vezes estão juntos em tudo, ou seja, agem em conjunto, porém cada um tem um grau menor e maior na participação em suas travessuras e, por isso, é necessário os pais verificarem quem foi o causador da briga ou de qualquer traquinagem.

- Estou sempre preocupada com isso, pois embora eu saiba quem mais gosta de "aprontar", algumas vezes quem foi o mentor da traquinice não foi a criança "x" e sim, a "y".   Sendo assim, toda atenção se torna pouca para identificar sempre quem merece "ser chamada a atenção". 

7. Selecione atividades individuais:

Através de atividades individuais para cada gêmeo os mesmos descobrem diversas habilidades e terão círculos de amizades diferentes. Sendo assim, nunca serão comparados como o "gêmeo melhor" e o "gêmeo mais ou menos". Pois as comparações são inevitáveis entre os coleguinhas. E também, sempre tem um gêmeo que acha que sabe mais e acaba falando para o outro que ele não vai conseguir. Por isso, é tão importante os pais incentivarem os filhos a terem atividades distintas e se preferirem a mesma atividade, o ideal é optarem por horários opostos.

- Depois que os gêmeos entraram para escola comecei a observar o que cada um gostava mais de fazer, e sempre procurei incentivá-los em suas escolhas e, muitas vezes, procurei ao outro o porquê de não gostar da atividade do irmão. Com o passar dos meses o gêmeo que não gostava de certa atividade passou a gostar também e hoje os dois fazem as mesmas atividades extras na escolinha, mas não porque incentivei, e sim, porque se identificaram com as atividades independentemente se o irmão gostava ou não. Mas ainda acho importante cada um gostar de algo diferente, pois merecem descobrir suas habilidades individuais.

8. Leve os gemelares quando for comprar algo para eles:

É comum as mães comprarem determinado produto para seus filhos sem a presença dos mesmos, pois assim evitam as temíveis birras querendo algo que a mãe não poderá ou não quer comprar. Porém, para quem é mãe de gemelares se torna uma excelente oportunidade de incentivar a individualidade de cada um, uma vez que poderão escolher a cor ou o modelo do determinado produto que foram comprar. 

- Confesso que muitas vezes tive medo de comprar produtos de cores ou modelos diferentes, mas sempre conversava com cada um, e explicava que eles estavam escolhendo o que queriam e não tinha como ir à loja para trocar pelo mesmo brinquedo do irmão. Sendo assim, acabavam optando por um produto só, porém com cores diferentes. Mas acredito que com o tempo, tudo isso mudará, ou seja, cada fase será uma nova descoberta para cada um.

9. Evite compará-los:

A comparação é algo que ninguém gosta, e não é diferente com os gêmeos, trigêmeos ou mais. Cada um tem suas habilidades e particularidades, pois isso, é muito importante que os pais, familiares e os demais que convivem com os gemelares evitem as terríveis comparações. 

- Aconteceu um fato interessante com meus filhos, onde um demonstrava ter mais habilidade com celulares e o outro menos habilidade e logo após ganharem cada um tablete, pensamos que o que tinha mais habilidade teria um melhor desempenho com as funções do mesmo, mas quem teve o melhor desempenho foi o outro. Achei isso incrível!! Mas nunca disse que o filho que tinha mais habilidade seria o melhor, sempre prefiro observar. Esse é apenas um fato, mas diversas vezes fui surpreendida com as atitudes de cada filho e tenho certeza que acontece assim na casa de diversas famílias com gemelares. O importante é evitar as comparações.



                      
Facebook - Twitter - Instagram - Pinterest - Youtube
(Clique e faça parte das redes sociais do Gemelares.com.br)
Categorias: ,
Comentrios
0 Comentrios

0 comentrios:


Postar um comentário

Obrigada pela visita em breve retribuirei!

Blogroll - Mães Blogueiras

Inscreva-se:  

Decoração

Receitas

Vida de Mãe

 
Pin It button on image hover