Caixa de busca

Últimas matérias

Meu filho engoliu uma bateria

s 20:52

Meu filho engoliu uma bateria

Meu filho engoliu uma bateria, isso mesmo!!! Parecia ser um domingo divertido e produtivo. Acordamos cedo e logo comecei organizar como seria o nosso dia. Peguei duas bolsas, separei uma troca para banho, lanches, mais algumas coisinhas para os gêmeos e na outra bolsa coloquei a câmera que uso para trabalhos do site, meu netbook, tripé, um look mãe e filhos e roupas de banho para o Provador Kids aqui do Gemelares. O destino era a casa da vovó e de lá seguiríamos para os lugares planejados. 

Tudo pronto, fomos para o carro, ligamos para vovó e avisamos que já estávamos a caminho. Chegando lá fomos para a primeira parada, a feira, comemos pastel e tomamos caldo de cana, como é de costume, pois os gêmeos adoram. Depois compramos seriguela, novos DVDs para uso da semana, bananas e outras coisinhas. Tudo parecia normal, e o dia estava conforme planejei. 

Na volta, passei na casa da minha avó, precisava pedir a benção para ela, pois já estava com saudades. Na saída a vovó Ana (minha mãe) disse para os gêmeos que tinha uma surpresa para eles. Claro, ficaram eufóricos! Chegando na casa da vovó Ana eles receberam a tal surpresa, uma estrela que piscava, dessas que são distribuídas em festas. Até aí tudo bem, então o Pietro percebeu que a estrela dele tinha apenas duas luzes piscando e a do Pierre três, foi o bastante para começar uma confusão entre eles. 

Meu filho engoliu uma bateria

É impressionante como brigam por tudo, se não for exatamente igual, eles brigam, choram, um verdadeiro "Deus nos acuda". Sentei, expliquei, pedi ao Pierre que deixasse o irmão brincar um pouco com a estrela dele, então, tudo parecia ter sido resolvido, até a hora que o Pietro quebrou a estrela dele e resolveu colocar uma das baterias (tipo aquelas baterias de relógio) na boca, sem que ninguém observasse. A verdade é que criança cega a gente! 

Estávamos assistindo televisão enquanto minha mãe descansava, pois estava com um mal estar. Fiquei ali pertinho dela enquanto os gêmeos brincavam logo depois da cama. Sendo assim, estava bem pertinho deles, achando que poderia prestar atenção em tudo que eles faziam. Engano meu! Então, do nada o Pietro chega e diz: 

- Mamãe engoli a pecinha da luz!
- Como? Você engoliu o que Pietrinho?
- O Pedacinho da luz mamãe!
- Que pedacinho? O que você engoliu Pietro?

Meu filho engoliu uma bateria, hã?!

Fiz uma série de perguntas até que descobrimos o que realmente ele engoliu. Nossa que desespero!! Como eu não vi? Porque deixei eles brincarem com aquelas estrelinhas? Como eu não percebi ele desmontando a estrela e colocando aquela bateria na boca? Fiz uma série de perguntas em questão de segundos no meu subconsciente e comecei a ligar para amigas enfermeiras, e nada de conseguir, até que lembrei da minha querida vizinha Fernanda, também mãe de gêmeos, e ela foi enfática: 

- Jú corre para o hospital, ele vai precisar de um raio-X! 

Nossa! Foi uma correria! Nunca havia corrido no trânsito, mas a situação sempre faz a necessidade, não é?! Graças a Deus logo que chegamos fomos atendidos e o médico disse que a bateria já estava indo para o estômago (mas ainda estava no esôfago, para o meu desespero e só fiquei sabendo disso depois, pois o médico não me disse. O perigo era a bateria ficar ali e não descer), que provavelmente no dia seguinte estaria no intestino, e seria apenas, uma questão de tempo. No dia seguinte teríamos que voltar logo pela manhã para um segundo raio-X. Foi receitado uma dieta com fibras e também precisava  ficar observando-o a todo momento. 

1º Raio-X:

Meu filho engoliu uma bateria

Enquanto isso a minha mãe passava mal na recepção do hospital e saindo de lá fomos direto para o outro hospital onde ela receberia soro e medicação. Tudo indicava que ela estava com uma gastrite. Duas preocupações: Meu pequeno Pietrinho e minha mãezinha! Haja coração! 

Quem disse que meu coração ficou tranquilo? Mal consegui comer alguma coisa durante o dia. Realmente meu coração parecia que batia fora do corpo, ficava olhando para o Pietrinho e pedindo a Deus para que nada acontecesse com ele.

Durante a noite conversei com a Pediatra do Gemelares e ela logo disse que o procedimento correto seria uma endoscopia e que essa bateria precisava ter sido retirada. Assim seria em São Paulo, mas como já tinha mais de 12hs, talvez não teria o que fazer, pois a bateria já estaria no intestino e realmente era uma questão de tempo para sair nas fezes. Passei a madrugada acordada, fui dormir às 4hs e acordei as 6:30hs, e já começamos a organizar a volta ao hospital. 

Mesmo sabendo que a bateria já poderia estar no intestino, meu coração não estava em paz. Chegando ao hospital, logo foi feito o raio-X e graças a Deus já estava no intestino. 

2º Raio-X:

Meu filho engoliu uma bateria

Mesmo com o médico dizendo que não havia necessidade do terceiro raio-X, meu coração não ficava em paz. O Pietro já tinha feito cocô duas vezes, mas coração de mãe só Deus para entender. Uma angustia enorme, meu esposo também preocupado, então resolvemos fazer um terceiro raio-X. Assim nossos corações ficariam em paz em saber que realmente a bateria não existia mais dentro do meu pequeno. Então:

3º Raio-X:

Meu filho engoliu uma bateria

Agradeci muito a Deus!!! A bateria saiu e o Pietro não sentiu nada, não teve lesão nenhuma! Só Deus mesmo!

Um dia de domingo que seria divertido e produtivo virou um caos! Mas sei que Deus sempre esteve conosco e tudo estava debaixo da sua proteção. Quis relatar esse ocorrido para servir de alerta para vocês, minhas leitoras queridas! Tudo ocorreu bem, mas poderia ter acontecido algo muito sério!

Dicas para evitar esse tipo de acidente doméstico: 

  • Sempre examine o que é dado aos seus filhos;
  • Nunca permita que eles brinquem com objetos sem proteção onde fica armazenado a bateria;
  • Evite os piscas de festas, por experiência própria. Eles são de fácil acesso a parte interna;
  • Esteja sempre de olho em tudo que as crianças levam a boca;
  • Brinquedos pequenos precisam ser eliminados da caixa de brinquedos;
  • Parafusos, moedas, alfinetes e tudo que é pequenino precisa ser guardado;
  • Tenha um bom diálogo com seus filhos, assim se algo acontecer, eles contarão.

Meu filho engoliu um objeto o que fazer?

  • Procure saber que objeto foi;
  • Leve-o imediatamente ao hospital;
  • Exija um raio-X imediatamente;
  • A maioria dos objetos precisam ser retirados, não permita que seu filho fique com um corpo estranho dentro do organismo, pode ser altamente perigoso.

Para a retirada do objeto os procedimentos serão: 

  1. Endoscopia se o objeto estiver no esôfago ou no estômago;
  2. Broncospia se o objeto estiver em alguma parte das vias respiratórias;
  3. Laparoscopia se o objeto estiver no intestino e realmente for necessário a retirada, pois é um procedimento cirúrgico aberto. Geralmente é feito quando há uma obstrução intestinal e quando são objetos pequenos, não pontiagudos, os médicos recomendam quando localizados no intestino, esperar a saída pelas fezes.
O ideal é a prevenir! Espero que sirva de exemplo e com certeza nunca mais deixarei eles brincarem com esses piscas estrelas.

Quem puder, clica em "curtir" na caixinha perto dos comentários e divulgue essa matéria. Sei que muitas mães precisam ficar em alerta. É muito comum esse tipo de acidente doméstico e realmente todo cuidado é pouco! Agradeço de coração quem ajudar na divulgação.

Beijos,
Juliana Doerner.

                     
Facebook - Twitter - Instagram - Pinterest - Youtube
(Clique e faça parte das redes sociais do Gemelares.com.br)
Comentrios
4 Comentrios

4 COMENTÁRIOS:

  1. Uau! Esse tipo de acontecimento atordoa mesmo! Mas que alívio tudo já está bem! Que Deus sempre proteja nossos pequenos daquilo que não conseguimos! Bjin

    ResponderExcluir
  2. Mais uma super dica aqui, hein!
    E apesar do sufoco, sua literatura foi divertidíssima rs
    paz e luz a todos

    ResponderExcluir
  3. Estou no hospital aqui em Recife passando por isso msm só não sei se faço o 3raio x

    ResponderExcluir
  4. Minha filha de seis anos engoliu uma bateria no domingo a noite corremos ao hospital e não foi feito nada apenas fui mandada de volta pra casa com ela com indicação de um laxantee de observação. Fiz o primeiro raio x na segunda de manhã e já estava no intestino. Hoje é terça feira e fiz mais um raio x a bateria continua viajando. Amanhã vamos fazer mais um raio x . Hoje apesar dela ter tomado laxante e eu ter dado bastante água e suco de laranja ela ainda não evacuou, estou aprensiva e angustiada pois os três pediatras me falaram em risco de vida! Só Deus pra me dar forças. Me trataram como se eu fosse culpada por ela ter engolido a bateria , não sabem que estava no alto da estante e que eu já tinha tirado da mão dela e zangado. Precisava de uma para comprar bateria nova pra boneca dela

    ResponderExcluir

Obrigada pela visita em breve retribuirei!

Blogroll - Mães Blogueiras

Inscreva-se:  

Decoração

Receitas

Vida de Mãe

 
Pin It button on image hover