Caixa de busca

Últimas matérias

Amamentação de gêmeos

s 11:34

Relatos de amamentação de gêmeos

Uma das grandes dúvidas durante a gestação gemelar é como amamentar gêmeos. Como amamentar dois bebês ao mesmo tempo? Vou dar conta? Vou ter leite suficiente? Uma série de perguntas começam a surgir não é? Mas a verdade, é que a maioria das mamães de gêmeos passam por isso, e a boa notícia é que todas sobrevivem a amamentação gemelar

Existem várias posições para amamentar gêmeos, confira:

Relatos de amamentação de gêmeos

As dificuldades aparecem na hora de organizar a hora das mamadas e encontrar posições corretas. Porém, tudo com calma se resolve e no final tudo dá certo, lembre-se sempre disso. As almofadas para amamentação auxiliam bastante. E Com certeza a mamãe vai dar conta sim! Deus faz tudo perfeito e renova suas energias a cada manhã, então não precisa ter medo, Deus te capacita.

A maioria das mães tem leite suficiente para amamentar dois bebês ao mesmo tempo. E com os dois mamando estimula a produção de leite, economiza tempo e ainda os bebês terão sempre os mesmos horários para mamar e dormir, facilitando a rotina da mamãe. 

Uma dica importante: O ideal é que a cada mamada os bebês troquem de peito, assim os dois vão mamar dos dois lados.

Agora confira 4 relatos de mamães que amamentaram seus gêmeos

Relato da mamãe de gêmeas Renata Konzem:

Relatos de amamentação de gêmeos

"Quando Helena nasceu eu não tinha família aqui e pouquíssimos amigos, pois tinha acabado de mudar para Cuiabá. Com 20 dias, ela chorava sem parar e eu não fazia ideia do que era um pico de crescimento. Levei ao pediatra e o veredito foi: FOME. Tem que complementar. 

Aí começou meu suplício. Com a mamadeira, ela mudou a pega e meus mamilos sangravam sem parar. Ao ponto dela regurgitar sangue puro. Quando ela chorava de fome, eu chorava pensando na dor. Mas, como boa teimosa, aguentei isso por dois meses!

Um dia, já era final de tarde, e eu vi na TV que estava acontecendo um evento no Parque Mãe Bonifácia para comemorar a semana do aleitamento materno e orientar mães sobre a amamentação e doação de leite. Gritei para o marido e saímos correndo. Quando cheguei, o evento já estava quase acabando mas uma moça largou tudo e veio me ajudar. Ainda lembro da expressão dela ao ver meu seio todo arrebentado. Então ela me ajudou a colocar e tirar a Helena do peito várias vezes, até que acertamos a pega e a dor parou. Ela me explicou que o problema era a mamadeira que estimulava a Helena a pegar com a boquinha bem fechadinha. 

Fui para casa praticar meus novos conhecimentos e em 2 dias meus seios estavam cicatrizados. Aí resolvi tirar a mamadeira. Ficava com ela no seio hora e meia antes de dar a mamadeira. Em mais dois dias o leite aumentou muito de quantidade ela passou a rejeitar o LA. 

Depois, bem mais segura ainda, amamentei exclusivamente as gêmeas Iris e Flora que só foram experimentar LA com quase um ano e só porque tive que entrar com medicação para coluna e psiquiátrica. Mesmo ouvindo o tempo todo que elas eram muito magrinhas, prematuras, que deveria dar mamadeira, que mãe não tem leite para dois bebês. Eram 9 a 10 horas por dia amamentando (contadas por um aplicativo do celular que me dizia quem tinha mamado em qual seio e por quanto tempo), por 6 meses. Mas nós três conseguimos! 

Hoje, já consegui ajudar várias mães a tirarem as mamadeiras e voltarem para amamentação exclusiva, acabando com muitos mitos e é uma das coisas mais gratificantes que faço. Devolver para outras crianças o que fizeram pelas minhas." Relata Renata Konzem, consultora do sosseguinho (Sosseguinho.com.br)

Relato da mamãe de gêmeos Bruna Ruffoni:

Relatos de amamentação de gêmeos

"Amamentar não foi uma tarefa fácil para mim, posso dizer que foi o período mais exaustivo e frustrante. Acho que criei muita expectativa com relação à amamentação. Imaginava que seria perfeito. Porém, não foi assim! Minhas bebês nasceram de 33 semanas e não sabiam sugar. Com 10 dias de vida e amamentação exclusiva tinham perdido peso e foram para 1.500kg. Foi um momento desesperador! Não teve jeito e tive que começar com os complementos. Na época me senti culpada e frustrada, e a cobrança e pressão de familiares pela amamentação exclusiva também foi grande. Hoje consigo perceber sem culpa, que amamentar é uma questão que vai além da vontade, não basta só querer, como algumas pessoas dizem. Eu queria muito, mas não deu!" Relata Bruna Ruffoni

Relato da mamãe de gêmeos Talita Castello Branco:
Relatos de amamentação de gêmeos

"No hospital meus bebês só pegaram no peito dois dias depois. Eram muito preguiçosos para mamar, tinha que tirar a roupa deles para estimular. Saímos do hospital com receita para dar complemento também, mas observei que eles mamavam e meu peito continuava muito cheio, então comecei a dar somente o peito. O peito sustentou muito eles, em 1 mês cresceram 7cm e engordaram mais de 1kg, No segundo mês, eles já tinham o peso de um bebê que nasce sozinho. Continuei firme e forte só no peito, não é fácil, pois mamavam de 2 em 2 horas. Emagreci muito, mas faz parte. Não sintir dor ao amamentar, e meu peito nuca rachou, acho um momento mágico. Consegui amamenta-los exclusivamente no peito até os 6 meses. Agora estão com 7 meses, já comem papinhas, e ainda mamam no peito. Ainda não é fácil, pois nunca mais dormi uma noite inteira, acordam muito para mamar. Prezo muito a saúde deles, e acho que vale o sacrifício." Relata Talita Castello Branco

Relato da mamãe de gêmeos Valérias Veras: 

Relatos de amamentação de gêmeos

"Meus gêmeos mamaram pouco, infelizmente só até 2 meses, pois tiveram bronquiolite aguda. Passaram 3 semanas internados, e depois que voltamos para casa, rejeitaram o peito. Foi muito difícil, fico mal com isso até hoje, pois o certo era eles mamarem. Hoje estão bem e saudáveis, com 6 meses de vida! Meus filhos se chamam Théu e Vinicius." Relata Valéria Veras

Amamentação de gêmeos é possível sim e recomendável! 


(Clique e faça parte das redes sociais do Gemelares.com.br)
Categorias: ,
Comentrios
3 Comentrios

3 COMENTÁRIOS:

  1. Adorei saber que nao passo por isso sozinnha... Ao contrário dos relatos lidos, nao consigo amamentar os dois ao mesmo tempo eles são agitados, então eles tomam complemento e mamam no seio também. Entramos no terceiro mês e agora que conseguimos dormir até cinco horas por noite, na madrugada quando acordam cada um toma sua mamadeira e dorme. Isso começou a quinze dias, não nego o peito aliás eles largam a mamadeira e choram pelo peito, amamento o dia todo mas o complemento tem nos ajudado. Um grande abraço da Andreza de São José. do Rio Preto.

    ResponderExcluir
  2. Parabéns as mamães por todo o esforço! Isso que conta! Eu sou mãe de um par de gemeos lindos, o Telmo e o Simão que nasceram no dia que completaram 36 semanas. Só pegaram ao peito no segundo dia de vida e precisaram de suplemento 3 dias (até irem para casa) pq tinham glicemia baixa.Saíram do hospital com indicação de continuar a amamentação com o suplemento de LA.Mas eu sentia que produzia leite e eles mamavam muito bem por isso em casa só amamentei.Perderam um pouco mais de 10% do peso do nascimento mas depois recuperaram tão bem que chegavam a aumentar 450g de peso por semana! Tive muitas dores nos mamilos no primeiro mês mas insistia em amamentar os dois ao mesmo tempo.Tinha uma boa experiência de amamentação do meu filho mais velho até aos 16 meses, que apenas mamava num dos peitos em cada mamada por isso confiava que um peito para cada um dos gémeos também tinha de ser suficiente! Graças a Deus amamentei também os gémeos em exclusivo até aos 6 meses e depois de introduzir outros alimentos continuei amamentando até decididir parar aos 16 meses um e 17 meses o outro ( que não queria largar). Apesar de todo o cansaço acho que esta foi a experiência de que mais me orgulho como mulher! Não é nada fácil continuar a amamentar com meio mundo duvidando mas vale a pena tentar (não há mamadeiras para preparar para dois!) e no final só conta que fizemos tudinho que podíamos. Muita força para todas as mães que fazem esse esforço por tentar... Pelos seus filhos e por si também!

    ResponderExcluir
  3. Amamentei minhas gêmeas até 8 meses, sendo que apartir de 6 meses já trabalhava. Assim sendo amamentava 5, 6, 7, 12, 17, 19, 21 e 23 hrs. Às 10 e 15 h meu leite completado com suco de carne ou sopa de carne, cenoura e chuchu. Nada de amido. Potanto o alimento calórico era meu leite, cresceram fortes e fofas. Tenho muito orgulho.

    ResponderExcluir

Obrigada pela visita em breve retribuirei!

Blogroll - Mães Blogueiras

Inscreva-se:  

Decoração

Receitas

Vida de Mãe

 
Pin It button on image hover