Caixa de busca

Últimas matérias

Família Gemelares da Semana - por Vanessa Nunes

s 10:56


"Olá mamães do Gemelares, meu nome Venessa Nunes, sou esposa do Bruno, mãe do Bernado e Vitor.

Há mais ou menos 2 anos atras fiquei doente, descobri que estava com dengue, fui medicada, mas tinha inchaço na barriga, tonteiras e os enjoos não passavam, pela quantidade de remédios que tomei pensei que poderia ser esse o motivo de tanto mal estar, porém minha minha mãe e meu esposo começaram a desconfiar da minha gravidez.


Fomos ao médico, meu esposo solicitou um exame BHCG, mas o médico deu a entender que não seria necessário, pois daria negativo, mas o Bruno insistiu e o Dr. fez o pedido de exame. Apó fazer o exame fiquei em cólicas para saber o resultado. Lembro-me que a contagem do exame, deu um numero absurdo, como se eu já tivesse no sexto mês de gestação. Pensei que aquilo não seria possível. Levei o exame ao Dr., ele analisou, sorriu e disse que eu estava grávida, me deu os parabéns, pediu uma ultra, porém so conseguir vaga após 10 dias, voltei a trabalhar e consequentemente tive sangramento, avisei ao Dr. e ele logo providenciou a ultra para o dia seguinte.

Minha mãe e meu enteado me acompanharam, mas na hora da ultra estava sozinha, enquanto  fazia o exame o médico disse que eram gêmeos. Ah tá respondi, até parece, pois na minha família não tem histórico de crianças Gemelares e nem na do meu esposo. Ele sorriu e respondeu: São gêmeos, mas não sei se da mesma placenta ou de placentas diferentes, tem uma membrana que separa eles. Hahahahaha, tá bom doutor, vou fingir que acredito. Então ele pegou uma imagem onde pareciam os dois e me mostrou, me calei na hora e as lágrimas desciam no meu rosto. O médico se retirou da sala, eu não conseguia parar de chorar, sou do tipo que você vê horas depois se eu chorei, fico com rosto inchado. Quando sai da sala de exames, fui direto para recepção, minha mãe me aguardava com o Felipe (meu enteado), quando me viu se assustou!

Logo perguntou: O que aconteceu? .. Ela insistia em perguntar, eu não conseguia responder, até que ela deu um grito comigo, então acordei. Lembro-me como se fosse hoje, respondi que eram dois, chorando.

Ela disse: Ta chorando porque? Dois o que garota?

Todos na sala de espera me olhavam, eu chorava sem parar, o Felipe começou a perguntar também o motivo do meu choro, eu não conseguia respoder. Até que saiu:

 Mãe, estou grávida de gêmeos

O que? Como? Mentira! E quando percebeu que não era brincadeira começou a chorar.

O Felipe: O que? Não estou entendendo nada. Expliquei  a ele que na minha barriga tinham dois bebes, para minha surpresa ele começou a rir e chorar ao mesmo tempo, mas ficou muito feliz. Enquanto isso todos na sala respiravam aliviados, começaram a dar os parabéns.

Tentei ligar para o Bruno mas não conseguia, ele se recusava a atender o telefone, liguei pra todos os amigos dele, não conseguia falar com ninguém. Nesse meio tempo, minha mãe ligava para a família contando que seria avó de gêmeos, e claro que ninguém acreditava!  Tanto que eu tive que mostrar a ultra para algumas pessoas.

Quando em fim consegui falar com ele pedi que ele se sentasse, como eu já havia perdido um bebe ele se preocupou. Logo disse:

Oi amor, tudo bem? - Tudo.
E o exame tudo bem? - Tudo bem, você esta sentado?
Não amor estou atendendo, daqui a pouco te ligo. - Bruno Senta!
To sentado, agora fala! - Amor, estou grávida de gêmeos... Silencio do outro lado
Amor, você está ai? Amor? Bruno?
Respondeu: Oi
Você ouviu? - Ouvi.. e o silencio continuava e em seguida começou a chorar. Então perguntei se ele estava feliz ou triste, disse que estava desesperado, kkkk.

Fui para casa da minha mãe, em seguida ele chegou, comemoramos, sorrimos, choramos, depois fui ao banheiro e vi que estava sangrando de novo, e pensei que dessa vez não poderia perder os bebes, no dia seguinte fui levar os exames para o Dr, ele resolveu me encostar pelo INSS. A partir desse dia minha vida é outra, sempre fui alguém com instinto aventureiro, pulei de Jump, asa delta, fiz rali, dentre milhares de outras coisas que são perigosas, depois que me vi mãe, minha vida mudou, eu tinha medo até de atravessar a rua.

Fiz o enxoval dos meninos, mesmo com barrigão fiz questão de fazer. Eles ganharam muitas coisas, porém comprava muito, não podia ter dinheiro que gastava com eles, era impressionante minha vontade que tivessem tudo, mas depois de um tempo colocaram na minha cabeça que bebes gêmeos eram pequenos, então comprei muitas roupas para prematuros,  eles nunca usaram... Graças a Deus por isso!!!

O Felipe dizia que seriam dois meninos, minha mãe que eram duas meninas, e o Bruno que eram um casal, eu fui das únicas pessoas que nunca quis dar opinião, achava que se desse opinião, estaria dando preferencia, então não dizia nada. O Felipe fez uma aposta com algumas pessoas e disse a ele que se realmente fosse dois meninos ele poderia escolher os nomes, emfim ele acertou!

O nome dos irmãos foi escolhido por ele: Bernado e Vitor. Claro que com a nossa aprovação, mas a escolha foi dele, o B de Bernado e Bruno e V de Vitor e Vanessa.

Ser mãe de gêmeos é maravilhoso, mas não como comercial de margarina, é difícil, precisa ter paciência, passa horas da madrugada em claro, se sente uma "vaca" por amamentar dois ao mesmo tempo, não tem tempo para o marido, amigos, família e nem pra você. Mas posso dizer que não existe sentimento igual. Ser mãe de crianças Gemelares é o sonho de muitos casais, e por mais que não fosse o meu (honestamente, nunca imaginei sendo mãe de gêmeos), mas posso dizer com todas as letras que todo o meu sonho foi realizado, ou melhor, nem em sonhos eu poderia esperar algo mais maravilhoso. Amo meus gordinhos, e não há um dia que eu não agradeça a Deus pelo presente perfeito que ele me deu.



Dois amores incondicionais
Dois filhos
Duas vidas!
Comentrios
0 Comentrios

0 comentrios:


Postar um comentário

Obrigada pela visita em breve retribuirei!

Blogroll - Mães Blogueiras

Inscreva-se:  

Decoração

Receitas

Vida de Mãe

 
Pin It button on image hover