Caixa de busca

Últimas matérias

Família Gemelares da Semana - por Aline Marques

s 00:06

Hoje temos uma família linda, uma mãe super amiga, companheira, muito dedicada em tudo que faz, daquelas que topa tudo, em qualquer hora. A admiro muito, pela coragem, garra, um exemplo de mãe e mulher. Confiram:

É com você Aline:


Olá, meu nome é Aline Marques, sou mãe de 3 meninos, Gustavo com 5 anos e os gêmeos Miguel e Carlos Henrique com 1 aninho de vida.

Eu já desejava engravidar novamente, fazia mais de um ano que estava tentando convencer meu marido, ele não queria mais filhos, achava que um estava bom, tadinho dele, Deus mandou logo dois de uma vez, inclusive ele quase teve um enfarte quando soube que seriam gêmeos.

Como eu estava querendo muito ficar grávida, logo que a menstruação atrasou 2 semanas, fiz o exame de sangue, sem contar nada para meu marido, afinal, ele ainda não tinha dado o "ok", mas também não se prevenia e sabia que eu não tomava mais pílula, então fomos eu e Gustavinho fazer o exame, quando vi o resultado não acreditei, foi igual a minha primeira gestação, não acreditei no resultado POSITIVO, foi um misto de alegria e medo. Quando meu esposo chegou do trabalho contei a novidade, ele ficou mais preocupado, do que alegre, mas isso somente nos primeiros dias, então marquei a consulta com o obstetra  do posto de saúde, pois não tenho convênio médico, e já levei o resultado, em seguida solicitou os primeiros exames e a primeira ultrassonografia. Conseguir fazer a ultrassom somente um mês depois, quando o Dr iniciou o exame, logo viu os dois sacos gestacionais, me perguntou  se tinha casos de gêmeos na família, tremi diante dessa pergunta, respondi que sim, tanto na minha, quando na do meu esposo, mas foram bebês que não sobreviveram, mas nunca nos lembramos desses detalhes. 

O médico me parabenizou dizendo: A senhora esta grávida de gêmeos, parabéns mamãe!!! Eu não acreditei e dizia:

Não! 
Dr: Sim
Eu repetia: Não! 
Foi quando ele disse: Olha lá mãe, seus bebês! 
Respondi: Só vejo 2 bolinhas pulando
Dr: São seus bebês.

Nossa, realmente é muito sentimento que corre na veia, muita coisa ao mesmo tempo, mas no meu caso, me arrepiei todinha, me lembrei das várias vezes que o Gustavinho disse que eram dois bebês e meninos. As pessoas não acreditam nisso, pensam ser história nossa, mão não é, eu dizia que era um bebê menina e o Gustavinho dizia que não. Lembro-me de um dia ir tomar banho, logo depois dele ter dito isso, no chuveiro fiquei pensando como seria se fossem gêmeos, mas era tudo suposição, em seguida percebi que o pensamento era loucura, gêmeos não! Meu marido contou que também sonhou que eram dois bebês, mas nenhum de nós levou estes sinais a sério, quando soubemos que eram gêmeos, o susto foi enorme.

Logo que desci do consultório, liguei para o meu marido que estava trabalhando, ele me perguntou se estava tudo bem com o bebê, respondi que sim, mas que tava tudo bem com OS bebês, ele ficou mudo, depois os colegas dele de serviço me contaram que ele ficou branco, parecia que algo ruim havia acontecido, como sabiam que estava grávida e que iria fazer a ultrassom naquele dia, fizeram a mesma pergunta, ele deu a mesma reposta que eu dei, todo mundo ficou quieto, até que alguém falou: São Gêmeos!!! No mesmo dia liguei para minha mãe, ela mora em outro estado, a vovó chorou tanto quando contei que estava esperando gêmeos, nossa até parecia que tinha dado uma noticia ruim, mas o choro era de alegria, dava glória a Deus pela benção, perguntava se era verdade, chorava e agradecia a Deus, isso, uns 10minutos, até que se acalmou, então, perguntou se estava tudo bem com a gravidez e quando seria o próximo ultrassom para ter certeza, para poder contar a novidade a todos.

Demorei um pouco para contar para todo mundo que esperava gêmeos, queria fazer outra ultrassom para ter certeza, só depois de feito que contaria a todos. No dia da ultrassom todos entraram na sala, eu, marido e Gustavinho, logo o Gustavinho perguntou se dava para ver o bebê, a médica em seguida perguntou: Qual deles você quer ver primeiro? Comecei a chorar, perguntando: São dois mesmo? Ela confirmou, foi incrível, não tinhamos mais duvidas que seriam dois, na ocasião já estava com 12 semanas.

Minha mãe veio me ajudar no final da gravidez, fiz chá de fraldas com a turma da minha sala e chá de bebê com as amigas, foi tudo muito legal.

A gravidez foi super tranquila, só o barrigão que ficou enorme, engordei 14kg. O parto foi cesárea, até por que o parto do Gustavinho também fora, tive hemorragia depois do nascimento dele, então ja avisei antes ao obstetra que faria o parto dos bebês, após os meninos nascerem comecei a ser medicada para meu útero voltar ao lugar, sem precisar fazer massagem e tomar sangue. Os meninos nasceram de 38 semanas, faltando apenas 2 dias para 39. Miguel foi o primeiro a nascer, ele era menor, Calor Henrique o segundo, era maior que o irmão, meu caçulinha. Apesar de não ser a minha primeira gravidez, era a primeira de gêmeos, me senti com medo, muito ansiosa, mas no final ocorreu tudo bem tranquilo, só tenho a agradecer a Deus por isso. 

Gustavinho em nenhum momento sentiu ciúmes dos manos e cuida deles da melhor maneira possível, por que é uma criança, ele ainda não pega os maninhos no colo, mas é louco para que isso aconteça. Ele ajudou a escolher os enxovais, os móveis do quarto dos bebês, os nomes, sempre participou ativamente de toda a minha gravidez, beijava minha barriga, um anjo. Muito carinhoso com os irmãos, diz que  são os maninhos mais lindos do mundo, rs, e os chama de docinho, fofinhos  e tudo mais.

Pai de gêmeos tem que participar, não tem saída, aqui em casa não é diferente, meu marido me ajuda muito, principalmente ficando com os bebê a noite, enquanto vou para a faculdade, faço o 4º ano de ciências contábeis. Enquanto estava grávida, as pessoas diziam que teria que desistir da faculdade, por conta dos bebês, mas sempre pensei que meus filhos não seriam problema, pois é justamente por eles que preciso me formar, ter uma profissão melhor, condições de conquistar um emprego com melhor salário, por isso não desisti. Em 2011 quando os bebes nasceram, fiquei 90 dias de licença maternidade da faculdade, que é o direito de toda mulher, quando voltei, entrei de cabeça, me dediquei muito, tive ajuda das minhas amigas e alguns professores, foram muito legais comigo, mas fiz as provas, trabalhos para suprir a nota do primeiro bimestre, no final deu tudo certo, passei de ano sem ficar com dependência.

É claro que é cansativo , que é trabalhoso cuidar  de 2 bebes ao mesmo tempo, mas se Deus me deu essa missão é por que acredita que sou capaz de cumpri-la e vou fazer o melhor que puder, afinal, a minha recompensa é fantástica, 2 sorrisos lindos que recebo todo dia o tempo todo, 2 "mama", 2 anjinhos quando dormem, 2 gracinhas de uma vez só, o trabalho é em dobro, mas a felicidade é infinita. Aqui em casa é uma correria, mas uma delícia, amo minha vida, tudo que tenho, agradeço a Deus todas as noites, principalmente por que todos tem saúde, e somos muito felizes. 





Ter filhos é uma benção!

Aline obrigada pelo relato e pela confiança!

A Aline Marques também é blogueira, conheça mais um pouco dela acessando seu blog, esse aqui.

E ai, gostaram do terceiro relato da Família Gemelares da Semana?
Hoje foi o da Aline Marques, amanhã pode ser o seu! Clique aqui e me envie seu e-mail ou msn que entrarei em contato.


Comentrios
8 Comentrios

8 COMENTÁRIOS:

  1. Olá,

    Bem legal seu blog, parabéns!
    Conheço virtualmente a Aline, por conta do blog, admiro muito essa mulher, tenho um carinho enorme por ela mesmo sem conhece-la pessoalmente! Tiro o meu chapéu pra você Aline! Seus filhos são lindos, uma benção de Deus!

    Beijos!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Lih, o carinho que tenho por ti também é imenso, mas imagine, sou uma pessoa comum. Agora, adoro o carinho que tens por meus filhotes..hihi Beijinho, mil felicidades pra ti minha amiga.

      Excluir
  2. Que linda historia me identifiquei muitoe com ela e o melhor eu tambem presentia que seriam gemeos!!!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Camila !!! Então, quanta coincidência né ? Mas largar a faculdade não dá. Beijinho, mil felicidades pra ti.

      Excluir
  3. Adoro as histórias da família gemelares da semana, bjs

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Eu também !!! Beijinho xará, mil felicidades pra ti.

      Excluir
  4. Que história linda! Me emocionei! Parabéns!!!!

    ResponderExcluir

Obrigada pela visita em breve retribuirei!

Blogroll - Mães Blogueiras

Inscreva-se:  

Decoração

Receitas

Vida de Mãe

 
Pin It button on image hover