Caixa de busca

Últimas matérias

5 Dicas para organizar a alimentação da família

s 10:22

5 Dicas para organizar a alimentação da família

Quantas vezes chegou a hora de preparar a comida da sua família e você não tinha ideia qual seria o cardápio do dia? Ou quis fazer determinada receita, faltou ingredientes e você teve que sair para comprar? Algumas vezes, não é? Essas duas situações são comuns quando não organizamos a alimentação da família com antecedência. 

Desde que comecei mostrar um pouquinho da minha rotina com as crianças através de vlogs, no youtube, tenho recebido diversos comentários, principalmente no snapchat (se você ainda não segue o Gemelares no snapchat, basta procurar por: Gemelares), elogiando a maneira na qual organizo o meu dia a dia com três filhos, em especial com a alimentação da turma. Então pensando em cada mensagem que recebi, resolvi compartilhar todas as minhas dicas de organização, tanto com a alimentação da família, como também com a organização geral da minha vida de mãe e profissional. 

A ideia é ajudar cada mãe que acompanha o Gemelares a ser organizada e ter mais qualidade de vida com os filhos. Sendo assim, esse é o primeiro vídeo com dicas para organizar a comida da semana e até a comida do mês. Espero muito que você tenha gostado dessa super novidade!

Agora, confira as 5 dicas para organizar a alimentação da família:



Ah, toda semana terá um vídeo novo com dicas de organização no youtube. Se inscreva, vai ser um prazer ter você no nosso canal!

É só clicar aqui em baixo:


Confira outros vídeos com receitas deliciosas! 

Bolos caseiros:
  • Bolo de milho - confira clicando aqui;
  • Bolo de chocolate - confira clicando aqui;
  • Bolo de fubá simples e fácil - confira clicando aqui;
  • Bolo fofo com coco - confira clicando aqui;
  • Bolo de churros - confira clicando aqui.;
  • Bolo de laranja - confira clicando aqui
Receitas de festa junina:
  • Bolo de milho - confira clicando aqui;
  • Arroz doce - confira clicando aqui;
  • Bolo de fubá - confira clicando aqui;
  • Amendoim doce - confira clicando aqui;
  • Brigadeiro de milho verde - confira clicando aqui;
  • Paçoquinha de colher - clicando aqui.

Beijos, 

Juliana Doerner. 

(Clique e faça parte das redes sociais do Gemelares.com.br)
Leia mais

10 Brincadeiras para brincar ao ar livre

s 17:51

10 Brincadeiras para brincar ao ar livre

Qual foi a última vez que os seus filhos brincaram ao ar livre? Há quanto tempo as crianças não reúnem os amiguinhos para brincarem sem nenhum brinquedo com telas? Antigamente era comum ver a criançada brincando de futebol, esconde-esconde, amarelinha, construindo castelos de areia na calçada do vizinho e até subindo em árvores. Mas, o mundo mudou e a infância também! 

Desde que os gêmeos nasceram uma das minhas maiores preocupações é justamente essa: administrar a nova realidade com brinquedos eletrônicos. O que é um grande desafio! Nunca achei interessante ver crianças passado horas na frente de um vídeo game ou na frente da TV e, sim, brincando fora de casa com brincadeiras ou atividades que incentivem a criatividade, o aprendizado, a atividade física, a autonomia, a coletividade e o contato com a natureza.  

Segundo uma pesquisa feita por OMO, o brincar livre está perdendo espaço na rotina das crianças. O estudo mostrou que 56% das crianças  passa uma hora ou menos  brincando ao ar livre. Uma em cada 5 crianças passa 30 minutos ou menos ao ar livre e uma em cada dez nunca brinca ao ar livre. Nos 10 países participantes da pesquisa, as crianças passam 50% a mais do seu tempo brincando em frente às telas dos eletrônicos do que ao ar livre. 

Ou seja, uma realidade que não desejo para os meus filhos e acredito que você também não! Por isso, OMO lançou o movimento #LivreParaDescobrir com o objetivo de incentivar que as crianças passem mais tempo livres para explorar e aprender. E aí, vamos mudar a rotina da garotada apresentando algumas brincadeiras tradicionais?

  1. Amarelinha: A amarelinha tradicional é desenhada no chão com giz e tem formato de uma cruz, com um semicírculo em uma das pontas, onde está a palavra céu. Depois vem a casa do pescoço e a área de descanso, onde é permitido equilibrar-se sobre os dois pés. Por último, a área do quadrado.  
  2. Bolinha de gude: Bolinhas são jogadas num circulo feito no chão de terra. O objetivo é bater na bolinha do adversário e tirá-la de dentro do círculo para ganhar pontos ou a própria bola do colega. 
  3. Caça ao tesouro: Qualquer coisa pode ser o tesouro, pois o que vale é a imaginação. Então, o escondido em um local com terra e quem escondeu faz um mapa e entrega para as crianças. 
  4. Arremesso de bambolê: Uma pessoa será a vítima e ficará a 5 metros dos jogadores. Faz 1 ponto quem conseguir encaixar o bambolê na pessoa primeiro. Ganha quem tiver mais pontos. 
  5. Bobinho: Os jogadores vão jogando a bola um para o outro e o objetivo do bobinho é roubar a bola. Se conseguir, quem chutou a bola pela última vez será o novo bobinho. 
  6. Cobrinha: Dois participantes seguram nas extremidades da corda e começam a fazer movimentos com ela. Enquanto isso, os demais participantes deverão ultrapassar a corda sem tocar nela. Se não conseguir, é eliminado. Quando todos já tiverem passado, deverão passar para o outro lado. E isso acontece até chegar a um campeão. 
  7. Passa anel: As crianças são colocadas em roda e uma delas segura um anel nas mãos. As mãos estão fechadas em forma de concha de modo que as outras não possam ver o anel, nem quando e para quem será passado. Ganha quem descobrir com quem está o anel. 
  8. Esconde-esconde: Uma criança deverá ficar com os olhos fechados e contar até 10 para que todos tenham tempo de se esconder. Após a contagem, a criança sai em busca dos amiguinhos que estão escondidos. Para ganhar, a criança que está procurando deve encontrar todos os escondidos e correr para a base. 
  9. Morto-vivo: As crianças ficam uma do lado da outra e uma delas comandará a brincadeira dizendo bem alto: Morto para todos se abaixarem e Vivo para se levantarem. Quem errar, sai da brincadeira. O vencedor é aquele que ficar por último. 
  10. Pega-pega: Esta brincadeira envolve muita atividade física. Uma criança deve correr e tocar outra. A criança tocada passa ter que fazer o mesmo. 
Como sugestão, escolha um ou dois dias durante a semana e brinque com os seus filhos. Tenho certeza que as crianças vão amar, porque aqui em casa os gêmeos vibram quando o papai começa a contar até dez para eles se esconderem. Lindo de ver! E, se alguma criança apresentar algum tipo de resistência em passar mais tempo brincando ao ar livre, não desista! Faça disso um hábito e aos poucos tudo dará certo! 

Ah, una-se à essa iniciativa  compartilhando as brincadeiras favoritas das crianças por meio das hastags #livreparadescobrir e #sesujarfazbem. 

*Este post é patrocinado por uma empresa que o Gemelares.com.br aprova e confia.

Beijos, 

Juliana Doerner. 

(Clique e faça parte das redes sociais do Gemelares.com.br)

Leia mais
Categorias: ,

Aprender brincando é mais divertido

s 11:46

Para ressaltar a importância do brincar ao ar livre, aconteceu essa semana, 6 de outubro, por todo país, o Dia de Aprender Brincando. Uma iniciativa linda, promovida por OMO, com o apoio da ONG Cidade Escola Aprendiz. Inclusive, convidei vocês para participarem neste post e contei como seria a nossa participação neste outro post. Agora, vou compartilhar as brincadeiras que as crianças escolheram e como foi esses momentos brincando fora da sala de aula.


Já era de se esperar que esse dia, na escola Tarcilo Vieira de Melo, seria de pura diversão!!! Após todos os alunos finalizarem as provas, a professora Ana Rodrigues explicou a importância do aprender brincando e anunciou que todos iriam participar do primeiro Dia de Aprender Brincando no Brasil! 

As crianças vibraram e das 8 brincadeiras que a professora ofereceu, as 3 mais votadas foram: amarelinha, adoleta e boca de forno. Confiram como foi esse dia:



As crianças aproveitaram cada minuto brincando e se divertindo com os seus coleguinhas. Também ficaram muito felizes por terem um momento descontraído em um dia de prova. Uma das crianças surpreendeu a professora com a sua liderança, já que ao invés da professora comandar a brincadeira "boca de forno" a aluna liderou os coleguinhas e a brincadeira foi um sucesso.



A alegria estava estampada no rostinho de cada um e fiquei super contente em saber que mesmo não conseguindo mudar, por um dia, o cronograma escolar dos meus filhos eu consegui mudar, por uma hora, o dia de 29 alunos. 

Ah, e se a escola do seu filho não participou, escolha no site www.diadeaprenderbrincando.com.br uma das atividades para fazer fora da sala de aula e leve para a escola do seu filho ao longo do ano. E não se esqueça de compartilhar o resultado desse dia tão divertido por meio das hastags #DiadeAprenderBrincando e #LivreParaDescobrir.

Para saber mais sobre essa mobilização é só acessar o www.diadeaprenderbrincando.org.br.

*Este post é patrocinado por uma empresa que o Gemelares.com.br aprova e confia.

Beijos, 

Juliana Doerner. 

(Clique e faça parte das redes sociais do Gemelares.com.br)
Leia mais
Categorias:
>>

Blogroll - Mães Blogueiras

Inscreva-se:  

Decoração

Receitas

Vida de Mãe

 
Pin It button on image hover